Sítio Histórico de São Mateus

Conhecido também como o "Pelourinho Capixaba" 
Sítio Histórico de São Mateus

Sítio Histórico de São Mateus

Sítio Histórico de São Mateus

Sítio Histórico de São Mateus

Sítio Histórico de São Mateus

Sítio Histórico de São Mateus

Sítio Histórico de São Mateus

Sítio Histórico de São Mateus

Sítio Histórico de São Mateus

Sítio Histórico de São Mateus

Sítio Histórico de São Mateus

Sítio Histórico de São Mateus

Sítio Histórico de São Mateus

Sítio Histórico de São Mateus

Sítio Histórico de São Mateus

Sítio Histórico de São Mateus

Sítio Histórico de São Mateus

Sítio Histórico de São Mateus

Sítio Histórico de São Mateus

Sítio Histórico de São Mateus

Sítio Histórico de São Mateus

Sítio Histórico de São Mateus

Sítio Histórico de São Mateus

Sítio Histórico de São Mateus

Sítio Histórico de São Mateus

Sítio Histórico de São Mateus

Sítio Histórico de São Mateus

Sítio Histórico de São Mateus

Sítio Histórico de São Mateus

Sítio Histórico de São Mateus

Sítio Histórico de São Mateus

Sítio Histórico de São Mateus

22/09/2017
 

Essa semana visitamos São Mateus, e por lá ouvimos falar do "Pelourinho Capixaba". Não sabíamos como chegar, então pedimos ajuda à uma taxista super gente boa que conhecemos (beijos, Baiana!) e nos surpreendemos com a beleza do lugar: o Sítio Histórico de São Mateus,

 

O Sítio Histórico de São Mateus fica localizado na Cidade Baixa, no centro da cidade de São Mateus, onde fica o antigo Porto (às margens do Rio Cricaré). É rodeado por várias construções do século XVIII, tombadas como Patrimônio Cultural do Espírito Santo. 

 

Logo que chegamos vimos crianças de várias escolas visitando o local e aprendendo sobre a cultura da cidade. Achamos super bacana! Por ali também funciona a Casa de Cultura, onde aprendemos que o Porto de São Mateus chegou a ser um dos mais importantes do país por causa da produção de café, farinha de mandioca e exportação de madeira.

 

A sensação que tivemos no Sítio Histórico de São Mateus foi bem parecida com a sensação de estarmos no famoso Pelourinho Baiano, provavelmente pelo conjunto arquitetônico e o chão de pedras "cabeça de nego" (carregados por escravos, por isso o nome). Aliás, foi também nesse porto que grande parte dos escravos que vieram para o Brasil desembarcou. Uma parte triste de nossa história =/

 

No local também há vários museus, que infelizmente estão fechados para visitação pública. Tentamos saber o motivo, mas não conseguimos essa informação. A parte boa é que há várias lojas de artesanato que ficam de portas abertas e que oferecem peças lindíssimas, cheias de história.

 

No Sítio Histórico também ficam centros culturais, que repassam às crianças os bordados, artesanatos e pinturas que fazem parte da história da cidade. É lindo de ver! 

 

Saindo do Sítio Histórico, voltando para a parte alta de São Mateus, paramos nas Ruínas da Igreja Velha, que é o cartão postal da cidade. Essa construção do século XIX foi projetada pelos jesuítas, mas nunca foi concluída. É uma construção imponente e muito bonita!

 

Voltaremos ao Sítio Histórico de São Mateus para acompanhar uma roda de capoeira, que infelizmente não conseguimos assistir por causa do feriado na cidade. Valeu muito a pena a visita! Verdadeiramente, um tesouro capixaba :)

 

 

Onde: na cidade baixa, no antigo Porto de São Mateus

Como chegar: na Rua Sete de Setembro, seguir as placas indicando o Sítio Histórico. Fomos de táxi, mas pra quem preferir ir a pé há uma escadaria na Rua Mateus Antônio Matos que leva ao local

Dica: evitar ir sem companhia. Ouvimos relatos sobre o local não ser muito seguro para quem vai sozinho

 

 

GUIA CAPIXABA

Um blog membro da RBBV (Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem)

  • RBBV
  • Facebook Guia Capixaba
  • Twitter Guia Capixaba
  • Pinterest Guia Capixaba
  • Tumblr Social Icon
  • Instagram Guia Capixaba