Orolatte - Queijos Artesanais

Queijos italianos de altíssimo padrão
Orolatte Queijos Artesanais
Orolatte Queijos Artesanais

Orolatte Queijos Artesanais
Orolatte Queijos Artesanais

Orolatte Queijos Artesanais
Orolatte Queijos Artesanais

Orolatte Queijos Artesanais
Orolatte Queijos Artesanais

1/12
11/08/2017
 

Se você é fã de queijos como a gente vai querer correr para conhecer esse lugar em Venda Nova do Imigrante. Já ouviu falar da Orolatte - Queijos Artesanais? É um pequeno laticínio artesanal que fabrica queijos especiais italianos, e que já são premiados nacionalmente.

 

A Orolatte foi fundada por dois amigos, um deles italiano radicado no Espírito Santo desde 2014 e que nos recebeu quando estivemos por lá: o Amedeo Mazzocco. Ele nos contou que tudo começou da vontade de fazer queijos que fugissem do padrão "queijo minas", que é o mais fabricado pelos demais laticínios. Lá eles fabricam queijos semi cozidos e curados por dois meses, no mínimo.

 

O começo foi tímido, com uma quantidade de cerca de 30 litros por dia. Rapidamente os queijos tiveram uma ótima aceitação e começaram a ser muito procurados! Hoje eles fabricam mais de 200 litros por dia e cinco tipos de queijos com as características do Asiago, que é produzido na região do Veneto, na Itália.

 

Um dos diferenciais da Orolatte é que os queijos são produzidos até duas horas após a ordenha. Segundo o Amedeo, esse processo garante a permanência de propriedades que não haveriam se o leite fosse resfriado, como acontece geralmente. E para que o queijo tenha a qualidade e o sabor premiado, o processo de fabricação tem dedicação por 24 horas! Ficamos impressionados com tamanho capricho e cuidado na produção. 

 

Dependendo do horário da visitação, algum tipo dos queijos fabricados pode ficar esgotado, por questões relacionadas à produção. No dia em que estivemos lá provamos o Robiola, o San Jose e o Robiola Yogurt (foi o nosso preferido e o que levamos pra casa).

 

A fábrica da Orolatte não é aberta à visitação, pois como é completamente artesanal, as normas de segurança não permitem visitas externas. O ambiente é uma delícia, rodeado por muito verde e pela atmosfera de "casa da roça". E o detalhe super engraçado: o visitante sempre é recebido por um galo simpático que é o mascote deles, o José :)

 

Adoramos conhecer a Orolatte, um dos lugares indicados pelo jornal O Estadão como "Os dez queijos brasileiros que você precisa conhecer" (matéria aqui). Um lugar imperdível para quem ama queijos, com certeza :)

 

 

Onde: São José do Alto Viçosa - Venda Nova do Imigrante

Como Chegar: em Pedra Azul, na rodovia em direção a Venda Nova do Imigrante, entrar no Km 98. à esquerda. Seguir as placas em direção à São José do Alto Viçosa (instruções para chegada no site deles, aqui)

Site: www.orolatte.com.br

Quando: todos os dias, das 08h às 17h

Telefone para contato: (27) 99724-0207   

E-mail: amedeo@orolatte.com.br    

Dica: aceitam apenas pagamento em espécie. Em dias de chuva a estrada de terra fica um pouco complicada e é necessário ter atenção em alguns trechos. Possui estacionamento.

 

 

Conheça também em Venda Nova do Imigrante:

 

> Cervejaria Altezza