Araçatiba - Viana

02/09/2016
 

Juntamente com nossos amigos blogueiros capixabas preparamos uma série de posts com dicas para o feriado nacional de 7 de setembro (que este ano cairá em uma quarta-feira). Que tal aproveitar o feriado e conhecer lugares interessantes em nosso Espírito Santo? ;)

 

Cada blogueiro visitou um lugar diferente no estado (no final do post estão os links para cada blog, com as respectivas sugestões de passeio). Nós do Guia Capixaba decidimos visitar o Distrito de Araçatiba, em Viana

 

Na BR 101, saindo de Vitória em direção a Guarapari, passamos o Km Sul 309 e entramos no trevo, ao lado direito. Ali fica a entrada para o Bairro Jucu e um dos acessos para o Distrito de Araçatiba. Soubemos que há outro caminho um pouco mais na frente, na BR 101 mesmo, mas os moradores nos garantiram que esse trecho é o mais curto e melhor sinalizado.

 

Nossa primeira parada foi logo no trevo: há uma estradinha que leva ao alto de um morro, no lado direito, onde estão as misteriosas ruínas da Igreja de Belém. Os moradores de Araçatiba nos contaram depois que a Igreja de Belém foi construída no século XVII e destruída por volta de 1880, em um incêndio. Hoje, suas ruínas estão tombadas pelo Conselho Estadual de Cultura, e mesmo estando em um terreno particular a visitação é livre. Adoramos finalmente vê-las de perto, pois sempre que passávamos pela BR 101 nos chamava a atenção a imagem da igreja no alto do morro.

 

Saindo das Ruínas de Belém, retornamos ao trevo e prosseguimos em direção a Araçatiba, pela estrada principal. Passando o Campo de Futebol e a Ponte sobre o Rio Jucu, chegamos ao centro de Araçatiba em quinze minutos de carro. Para quem for de ônibus é só escolher a linha 902 do Transcol, que também vai até lá.

 

Logo que chegamos avistamos a bela Igreja de Nossa Senhora da Ajuda, uma das mais antigas do Brasil e tombada pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Fomos acompanhados pelo morador César, que abriu a igreja para visitação e nos contou muitas histórias da igreja e da comunidade de Araçatiba. Construída pelos jesuítas no final do século XVII, ela faz parte de um conjunto de construções que formavam a antiga Fazenda Araçatiba com seus engenhos, senzalas e oficinas. Existe um projeto de restauração que está em fase de captação de recursos, e este é o maior anseio de toda a comunidade de Araçatiba. 

 

Nos chamou a atenção também o cemitério ao lado da igreja: super bem cuidado, com belíssimas flores plantadas em cada túmulo. O cenário nos trouxe uma sensação de vida, e não de morte. A vista é muito bonita! Vale a pena parar lá um pouco e contemplar a bela paisagem.

 

A fechadura da Igreja de Nossa Senhora da Ajuda também é um detalhe super interessante: trata-se de uma peça rara, que lembra as fechaduras das antigas senzalas. A comunidade de Araçatiba é formada por descendentes de escravos, que mantém importantes tradições como o Congo e os pratos típicos. Conversar com os moradores que estão ao redor da igreja e ouvir as boas histórias que eles sempre tem pra contar é um atrativo à parte neste passeio :)

 

Uma dessas histórias foi sobre a famosa "árvore mal assombrada" de Araçatiba. Os moradores nos contaram a lenda de uma mulher que perdeu seu bebê e o enterrou próximo à arvore. Então, todas as noites, ele "volta" para brincar nos balanços de cipó que estão em volta da árvore! Apesar da história assustadora, a árvore é linda demais. Os balanços de cipó estão lá mesmo, e as crianças da comunidade adoram brincar nele (porém segundo elas, apenas de dia! Rs)

 

No caminho para Araçatiba há vários restaurantes de comida caseira; portanto, nossa dica é agendar a visita à igreja Nossa Senhora das Ajuda na parte da manhã e almoçar nas opções disponíveis pela comunidade. Um detalhe, porém: é preciso levar dinheiro em espécie, pois os estabelecimentos não aceitam cartão de débito ou crédito.

 

Um lugar bucólico que guarda boas histórias e uma raridade, assim é Araçatiba! Não deixe de visitar ;)

 

Como Chegar: saindo de Vitória em direção a Guarapari, pela BR 101, entrar no trevo ao lado direito, logo após o Km Sul 309. Seguir até o fim da estrada, passando pela Ponte sobre o Rio Jucu.

Agendamento: para visitar a Igreja de Nossa Senhora da Ajuda é necessário agendamento. Ele pode ser realizado na página Comunidade Eclesial de Base Nossa Senhora da Ajuda, no Facebook (link aqui)

Dicas: dos dias 01 a 11/09/2016 acontece a Festa da Padroeira de Nossa Senhora de Ajuda com novenas, caminhada até as Ruínas de Belém, missa e almoço especial. 

 

MAIS OPÇÕES DE LUGARES PARA CONHECER NO ESPÍRITO SANTO:

 

- Zoo Park da Montanha em Marechal Floriano (dica do blog Caixa de Viagens)

 

- Museu Mello Leitão em Santa Teresa (dica do blog Capixaba na Estrada)

 

- Parque Gruta da Onça em Vitória (dica do blog Destinoes)

 

- Reserva Natural de Linhares (dica do blog Pelo Mundo com Manu)

 

- Rico Caipira e Rancho Forte, em Vila Velha (dica do blog Viagem Massa)

 

- Dez destinos no Espírito Santo (dica do blog The Nat's Corner)

 

 

História, tradição e cultura 

GUIA CAPIXABA

Um blog membro da RBBV (Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem)

  • RBBV
  • Facebook Guia Capixaba
  • Twitter Guia Capixaba
  • Pinterest Guia Capixaba
  • Tumblr Social Icon
  • Instagram Guia Capixaba